O redondo de quando eu fui saber a esfera me perdeu e me deixou. Eu fico hoje a espera do mundo, espera do eterno. Quanta leveza e eu nem sabia que era possível, que ao me entregar eu me libertava de tudo o que era estreito. Estou na vida em circunferência, não quero linhas retas, não quero metas e objetivos. Os objetivos só me são bem vindos se forem via círculo. Chega de traços retos - prefiro curvas e voltas.

2 comentários:

Aline Fanju disse...

é...as linhas tortas!
bjo
amo

Paulo Tamburro disse...

OLÁ, VOCÊS ESTÃO DE PARABÉNS!!!

SOU SEU MAIS NOVO SEGUIDOR.

ESPETACULAR, VOU DIVULGAR ESTE SEU BLOG.

CREIA!

ESTOU LHE CONVIDANDO PARA CONHECER MEU BLOG DE HUMOR:

“HUMOR EM TEXTO”.

A CRÔNICA DESTA SEMANA É:

“OS HUMAMOS”

CERTAMENTE, VOCÊ COMO MAIS UM HUMANO, IRÁ SE IDENTIFICAR !!!

VENHA CONFERIR.

É DE HUMOR ...E DE GRAÇA

UM ABRAÇÃO CARIOCA